Em praticamente todas receitas de cerveja é indicado uma temperatura ideal para a fermentação.

Isso se deve ao fato de que para a levedura trabalhar e converter todo o açúcar do mosto em álcool são necessárias condições ideais. E a temperatura é uma das principais!

Quando a temperatura se encontra na faixa ideal da levedura, este pode fazer o seu trabalho de modo mais natural e sem estresse.

É fácil de visualizar isso quando pensamos que nós trabalhamos praticamente da mesma forma! Imagine que você está em seu local de trabalho e o ar condicionado quebrou, as janelas não podem ser abertas e praticamente não há ventilação! Realmente não é uma condição ideal de trabalho e a sua produtividade com certeza vai ser comprometida.

Com as leveduras acontece a mesma coisa. Sob estresse elas podem gerar diversos sabores e aromas indesejados na cerveja (off-flavors), tais como aromas frutados demais ou até notas muito alcoólicas. Além disso é capaz que, nestas circunstâncias, ela não termine de fermentar por completo a cerveja (baixa atenuação).

A solução ideal para então controlar melhor a temperatura da fermentação é o uso de uma geladeira dedicada com um controlador de temperatura. Isso vai garantir que a temperatura sempre fique na faixa ideal de trabalho da levedura, por exemplo 20°C (no caso das Ales).

Mas não todos tem o espaço necessário em casa para mais uma geladeira, não é?

Para remediar isso e melhorar de vez a fermentação das suas cervejas nada melhor do que uma solução caseira e de baixo custo!

Então hoje vou ensinar a montar um câmara de fermentação bem simples, mas que irá manter bem constante a temperatura.

Você vai precisar de:

– Um cooler de isopor grande

Cooler-Isopor-Controle-Temperatura

Grande o suficiente para caber o seu fermentador com um pouco de folga

– Duas garrafas PET de 1L

Garrafas-Pet-Congelada

Em alguns casos é possível usar garrafas até menores (600ml)

 

O primeiro passo é encher as garrafas de PET com água, tampá-las e colocar no freezer da sua casa. Vamos utilizar uma de cada vez, dessa forma assim que uma das garrafas descongelar por completo você já irá ter outra prontamente congelada para trocar.

Cooler-Fermentacao

Câmara de Fermentação Caseira em ação

Coloque o fermentador e a garrafa congelada e tampe o cooler. Caso seja necessário faça um furo na tampa para o airlock, assim o sistema fica totalmente fechado e a temperatura se mantem.

Certifique-se, usando um termômetro, que a temperatura está na faixa ideal (para Ales de 16 a 22°C). Caso a temperatura baixe demais, tenta deixar o cooler destampado por um tempo ou use uma garrafa menor (600ml). Essas adaptações vão realmente depender do volume de cerveja fermentando, do tamanho do cooler e da temperatura ambiente.

No meu caso, eu consigo tranquilamente manter a temperatura na faixa dos 18°C trocando o gelo de manhã e a noite. Entretanto é importante sempre ir monitorando a temperatura e garantir que esta não passe dos 22°C, pois é a partir daí que começa o estresse sobre a levedura.

Caso realmente não consiga um cooler grande o suficiente para caber o seu fermentador, é até possível usar uma caixa grande de papelão, porém ele não é muito eficiente na manutenção da temperatura. Ou seja, talvez você tenha que usar mais de uma garrafa congelada e as trocar com mais frequência.

Usando esse método é garantido que você produzirá melhores cervejas e poderá reproduzi-las com mais facilidade!

Um abraço e boas brejas!